“Discos voadores” passaram por Ourinhos

Imagem: UNIVERSAL HISTORY ARCHIVE UIG

O Jornal Biz inicia hoje a publicação de mais uma série de reportagens. “Deu Na Imprensa” vai levar aos leitores matérias baseadas em pesquisas históricas de fatos que foram noticiados nos jornais de Ourinhos e região desde os anos 1920. Esta iniciativa do Jornal Biz visa dar continuidade a produção de conteúdo histórico iniciada com a série 100 Anos Ourinhos, veiculada entre novembro de 2017 e dezembro de 2018.

Se você acredita na importância da preservação da memória do nosso povo, e no poder transformador da educação para um futuro melhor, e quer associar o seu nome ou sua empresa à esse importante projeto, entre em contato conosco pelo WhatsApp (14)99888-6911.

Histórias de discos voadores povoam o imaginário das pessoas. Objetos circulares tripulados por seres de cabeça avantajada não só alimentaram lendas, como renderam milhões à indústria cinematográfica. A paranoia norte-americana de um país sendo atacado por forças extraterrestres foi transferida paras as telas, e perto de algumas superproduções o atentado contra as torres gêmeas parece brincadeira de criança.

Mas o que poucos sabem é que os céus de Ourinhos já se iluminaram com luzes de ‘objetos voadores não identificados’. Pelo menos é o que noticiou o jornal O Progresso de Ourinhos na capa da sua edição de 7 de maio de 1966. Para espanto dos leitores, a notícia afirmava que “pessoas idôneas e responsáveis” teriam avistado estranhos objetos sobrevoando a cidade, “se deslocando em velocidade vertiginosa e em completo silêncio”. Ainda segundo a notícia “os discos de forma ovaladaforam vistos também em cidades como Salto Grande, Jacarezinho, Santo Antônio da Platina e Siqueira Campos.

___continua após publicidade___

Apesar do estranhamento, o fato não parece ter causado muito alvoroço entre a população ourinhense. Diferente de um inusitado episódio ocorrido nos Estados Unidos em 1938, envolvendo o ator e diretor Orson Welles, que virou notícia no mundo todo. No dia 30 de outubro daquele ano, a programação da rádio CBS foi interrompida para noticiar a “invasão de marcianos” que acontecia naquele momento no país. A ‘edição extraordinária’ tratava-se na verdade da leitura dramatizada que o ator fez de um trecho do livro A Guerra dos Mundos, do escritor inglês H. G. Wells, publicado em 1898, e considerado um precursor da ficção científica. A transmissão do ator, que tempos depois se tornaria um dos grandes mestres do cinema, causou pânico entre milhares de pessoas e tumultos foram registrados em várias regiões do país. O livro ganhou adaptações para o cinema, comprovando o fascínio do público pelo tema.

___continua após publicidade___

Anuncie (14)99888-6911

No caso dos nossos visitantes, o que mais chamou a atenção dos privilegiados que assistiram ao curioso voo dos “aparelhos espaciais” foi que apesar de “não estarem a grande altura”, não emitiam nenhum som. A notícia do jornal O Progresso de Ourinhos não menciona nenhum contato com extraterrestres ou mesmo relatos de moradores que tenham testemunhado um eventual pouso dos óvnis em solo ourinhense. Se na cidade mineira de Varginha foi instalado um monumento em homenagem ao famoso ET que teria dado as caras por lá, em Ourinhos, pelo menos por enquanto, nenhum político sugeriu que se construísse um portal para lembrar a ilustre visita alienígena.

Notícia publicada no jornal O Progresso de Ourinhos em 7 de maio de 1966.

Para produzir essa matéria o Jornal Biz consultou o acervo digital do projeto Ourinhos: Memória em Movimento, da Associação de Amigos da Biblioteca Pública – AABiP. 

Clique e confira

CONTINUE BEM INFORMADO! Envie uma mensagem do seu WhatsApp para (14)99888-6911, com nome+bairro+cidade e receba em primeira mão as notícias de Ourinhos e região.

CURTA O JORNAL BIZ NO FACEBOOK
Instagram @JornalBiz
Twitter @jornal_biz