Dez vereadores ourinhenses rejeitaram assinar documento que criou CPI da Saúde

Com o número mínimo de assinaturas necessárias, a Câmara de Ourinhos criou hoje mais uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar possíveis irregularidades na área da saúde durante a pandemia. Os vereadores que assinaram o Requerimento 662/2021, que criou a CPI, foram: Carlinhos do Sindicato (MDB), Cícero Investigador (Republicanos), Gil Carvalho (PL), Guilherme Gonçalves (Podemos) e Roberta Stopa (PT).

Dez vereadores não manifestaram interesse na criação da CPI: Alexandre Zóio (Republicanos), Alexandre Enfermeiro (PSD), Anísio Feliceti (PP), Borjão (PSD), Éder Mota (MDB), Furna Beco da Bola (DEM), Nilce Protetora (PSD), Raquel Spada (PSD), Latinha (PP) e Santiago (DEM).

Objeto da CPI: apurar falta de atendimento médico na UPA, mortes decorrentes pela troca de empresa na gestão da UPA e erros médicos. Os vereadores terão 90 dias, prorrogáveis pelo mesmo período, para elaborarem um relatório, que será levado para votação no plenário da Câmara de Ourinhos.

Anuncie no Jornal Biz (14)99888-6911

A sessão da Câmara que criou a CPI motivou mais de 1.500 comentários no perfil da Casa Legislativa no Facebook; um recorde. As pessoas se manifestaram criticando duramente o atendimento do setor de saúde durante a pandemia. O grande número de comentários mostra que a paciência está dando espaço à revolta entre os ourinhenses. O trágico número de mortos e o mau atendimento no UPA gera angústia e descontentamento. As postagens do prefeito Lucas Pocay (PSD) elogiando a condução da área da saúde durante a pandemia estão completamente desacreditadas.

O entusiasmo dos vereadores pela possibilidade de se apurar o caos na saúde em Ourinhos tomou um banho de água fria após o sorteio dos membros que vão integrar a CPI.

A presidência ficou com Alexandre Enfermeiro (PSD), e os outros membros são Eder Mota (DEM), Raquel Spada (PSD), Furna Beco da Bola (DEM), Nilce (PSD) e Carlinhos do Sindicato (MDB). Apenas Carlinhos assinou o pedido de abertura da CPI; os outros integrantes são da base do governo Pocay.

Apesar dos membros da CPI serem da base aliada, não será fácil enfrentar a opinião pública, cansada da omissão dos vereadores.

CONTINUE SEMPRE BEM INFORMADO! Envie a mensagem “Quero notícias do Jornal Biz + seu nome” do seu WhatsApp para (14)99888-6911 e receba em primeira mão as notícias de Ourinhos e região.

CURTA O JORNAL BIZ NO FACEBOOK
Instagram @JornalBiz
Twitter @jornal_biz