Com secretário de saúde como “moleque de recados”, gestão Lucas Pocay critica Governo de SP

Foto: redes sociais

por Bernardo Fellipe Seixas

Sem argumentos para defender o colapso na área da saúde em Ourinhos, administração municipal ataca o governador

Em tempos de pandemia e recebendo muitas críticas pelo crescimento acelerado no número de contaminados e mortos pela Covid, e falta de leitos no Hospital Covid e UTIs, o prefeito Lucas Pocay (PSD) elegeu seu novo secretário de saúde, Donay Neto, como “moleque de recados”.

Pocay tem o hábito de esconder seus secretários, e assim tem feito desde o primeiro mandato. É só verificar o site da Prefeitura, onde desde janeiro de 2017 não consta nem o nome dos titulares de cada pasta, que raramente dão entrevistas ou se pronunciam sobre seus trabalhos. Nas redes sociais, os comandantes das pastas se limitam a compartilhar publicações do chefe. Mas desta vez, como o assunto é espinhoso, e evitando uma rusga pública com o governador, Pocay se oculta atrás de seu secretário de saúde, e manda recado para João Dória (PSDB), cobrando repasses financeiros para a área da saúde e criticando o fato do governo do Estado investir “centenas de milhões de reais” em outras áreas.

Desde 21 de maio a Prefeitura de Ourinhos divulga que o Hospital Covid pode fechar as portas se não receber ajuda financeira do Governo Federal e Estadual. Em funcionamento desde o dia 17 de abril de 2020, o Hospital de Campanha de Ourinhos já atendeu mais de 2 mil pessoas, segundo comunicado feito no site da Prefeitura.

Lucas Pocay é um político de perfil personalista, que tira a importância da instituição pública e joga o foco em sua própria pessoa, veiculando até informações de utilidade pública exclusivamente em seus perfis nas redes sociais.

Em tempo: Donay Neto é ilustre desconhecido para os ourinhenses. Sem formação na área da saúde, o atual secretário tem carreira política no ABC paulista, e é oriundo do município de Santo André.

Montagem com foto e citação de Donay foi publicada originalmente na página no Facebook do prefeito Pocay, e compartilhada depois pelo secretário

Na publicação acima, mais uma vez, a Prefeitura de Ourinhos judia da língua portuguesa. O correto seria: “Não conseguimos entender a coerência do Governo do Estado quando diz que valoriza a vida”.

CONTINUE SEMPRE BEM INFORMADO! Envie a mensagem “Quero notícias do Jornal Biz + seu nome” do seu WhatsApp para (14)99888-6911 e receba em primeira mão as notícias de Ourinhos e região.

CURTA O JORNAL BIZ NO FACEBOOK
Instagram @JornalBiz
Twitter @jornal_biz