Patrimônio de Capitão Augusto cresce 78% em 4 anos, e deputado torna-se milionário

Foto: redes sociais

Curta o JornalBiz no Facebook Instagram Twitter YouTube



por Bernardo Fellipe Seixas

Augusto declarou à Justiça Eleitoral bens que totalizam quase R$3 milhões, inclusive dois barcos

Nos últimos quatro anos, o deputado federal Capitão Augusto (PL) acumulou patrimônio suficiente para se tornar milionário. A informação consta da declaração de bens feita pelo parlamentar ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A manifestação pública dos bens patrimoniais é uma das exigências do TSE para a oficialização das candidaturas para as próximas eleições. No site do TSE, a candidatura ainda aguarda julgamento.

Declaração de bens de Capitão Augusto em 2022 | Fonte: TSE

José Augusto Rosa entrou para a política em 2002, pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT), então com o nome de “Tenente Augusto”. Em sua estreia nas urnas tentando uma vaga na Câmara dos Deputados, conquistou 22.848 votos em Ourinhos, e 35.711 votos no total. Sua votação na “cidade natal” jamais foi superada nas quatro disputas seguintes. O TSE não disponibiliza online informações sobre o patrimônio dos candidatos ao Congresso Nacional desta eleição.

Em 2006 foi candidato pelo Partido Verde, e declarou bens no valor de R$114 mil. A votação total foi expressiva, 41.133 votos, mas os votos diminuíram 30% em Ourinhos, 16.009.

Anuncie no Biz (14)99888-6911

Em 2010, na terceira tentativa, conseguiu 49.216 votos, pelo Partido Socialista Brasileiro (PSDB), seu recorde até então. O patrimônio declarado de Augusto era de R$580 mil, um aumento de 80% em comparação a 2006.

Vale ressaltar que todos esses partidos no histórico de Augusto – PDT, PV e PSB – são de orientação política de esquerda, possuindo em seus quadros personalidades conhecidas da política nacional como Leonel Brizola, Miguel Arraes e Fernando Gabeira, entre outros.

Anuncie no Biz (14)99888-6911

No ano de 2014, Augusto passou de Tenente para Capitão, e mudou novamente de partido, se abrigando no Partido da República (PR), atual Partido Liberal (PL), sigla que integra o bloco do “Centrão”. Mesmo com menos votos do que na eleição anterior, Augusto, enfim, se elegeu deputado federal, com 46.905 votos. Os bens de Augusto declarados à Justiça em 2014 totalizavam R$725 mil.

Nesse pleito, seu companheiro de partido, o palhaço Tiririca, obteve mais de um milhão de votos, “inflando” a legenda e possibilitando a eleição de candidatos com votações relativamente pequenas. Para se ter uma ideia do feito de Tiririca, o então deputado Mendes Thame, do PSDB, recebeu mais de 106 mil votos e não foi eleito, por causa do coeficiente eleitoral de seu partido.

Após passar por partidos de esquerda como PDT, PV e PSB, Capitão Augusto se filiou ao PR, atual PL, partido do presidente Jair Bolsonaro | Foto: redes sociais

Nas eleições de 2018, Capitão Augusto aproveitou a “onda bolsonarista”, e com discursos propagados pela direita radical, atingiu uma votação surpreendente, 242.327 votos. No entanto, o deputado pode ter gastado bastante na campanha, pois seu patrimônio diminuiu em relação ao pleito anterior, com bens declarados em R$596 mil.

Anuncie no Biz (14)99888-6911

O SALTO

A mais recente declaração de bens de Capitão Augusto ao TSE informa um patrimônio próximo de R$3 milhões, divido em três apartamentos, duas casas, dois barcos, um terreno, veículos e R$100 mil em uma conta bancária. O valor exato é de R$2.815.000,00 (dois milhões e oitocentos e quinze mil reais), que corresponde a um crescimento de 78,83% em relação ao número informado em 2018.

Fonte dados: TSE

NOVO ALIADO EM OURINHOS

Após anos disputando eleições como adversário do grupo político dos Alves da Silva (Claury, Claudemir, Lucas Pocay), no próximo dia 16 Capitão Augusto iniciará sua campanha eleitoral em Ourinhos tendo o prefeito Lucas Pocay (PSD) como aliado.

Em 2006, Augusto e o ex-prefeito e ex-deputado Claury Santos Alves da Silva se enfrentaram nas urnas, tentando uma vaga como deputado federal. Nessas eleições, o policial militar registrou sua pior votação em Ourinhos, 10.568 votos. O pai de Lucas Pocay foi o mais votado na cidade, com 14.664 votos. Ambos não foram eleitos.

Desde agosto de 2019, Augusto é eleitor de Bauru, e sua principal “dobrada” na região de Ourinhos será com Dani Alonso, filha do atual prefeito de Marília e que disputará uma cadeira para deputada estadual.

Nos bastidores, comenta-se que Capitão Augusto dá sua reeleição como garantida, e que o desempenho nas urnas ourinhenses já não possui tanto peso na votação final.

ESTEJA SEMPRE BEM INFORMADO! Envie uma mensagem do seu WhatsApp para (14)99888-6911, com nome+bairro+cidade e receba em primeira mão as notícias de Ourinhos e região.