Bandidos podem ter roubado até 200 milhões de reais do Banco do Brasil de Ourinhos

Maior roubo da história da cidade aconteceu nesta madrugada. Bandidos deixaram bastante dinheiro pra trás. | Imagem: redes sociais

A madrugada de 2 de maio de 2020 vai ficar marcada na memória de muitos ourinhenses. Uma quadrilha de criminosos, com aproximadamente 40 integrantes, tocou terror no centro da cidade, enquanto roubava o Serviço Regional de Tesouraria (Seret), que fica anexo à agência do Banco do Brasil.

Rua Antonio Carlos Mori permaneceu interditada até às 11h de sábado.

O Jornal Biz conversou com um ex-funcionário da agência . Sob anonimato, ele disse que os cofres do local poderiam armazenar  até 200 milhões de reais. “Apenas uma ou duas pessoas sabem o valor exato que tinha no local. Como é início de mês e época de pagamentos dos funcionários do governo do Estado e aposentados, pode-se estimar que o cofre estava com um valor bastante considerável, de muitos milhões de reais”, disse. Até o momento o Banco do Brasil não divulgou o valor do roubo.

Local (Seret) foi totalmente destruído por bombas. Em uma rápida observação é possível notar que ladrões deixaram para trás pelo menos R$100 mil. | Fotos: redes sociais
Imagens das câmeras de segurança mostram bandidos colocando sacos de dinheiro em veículo. | Imagem: redes sociais

Os bandidos usaram nove veículos e possuíam armamento anti aéreo, de guerra, metralhadoras de calibre 40 e 50, além de bombas. Três artefatos explosivos foram deixados pelos criminosos: dois na agência bancária e um em frente ao Batalhão da Polícia Militar. A base da PM na praça Mello Peixoto foi fuzilada. Drones foram utilizados para acompanhar e antever os deslocamentos da Polícia Militar. O Batalhão da PM foi cercado por homens fortemente armados.

Base da PM na praça Mello Peixoto foi metralhada.

Seis pessoas foram feitas reféns, sendo dois seguranças e quatro moradores. Uma vítima ficou ferida ao ser usada como ‘escudo humano’, recebeu socorro e passa bem. Quem passava de carro pelas ruas era abordado e obrigado a deixar o veículo e seguir a pé.

___continua após publicidade___

JornalBiz.com (14)99888-6911
Moradores de prédios da área central filmaram a ação dos bandidos. | Imagens: redes sociais

Os tiros começaram a ser ouvidos até em bairros distantes do centro, por volta de 1h da manhã e rapidamente vídeos começaram a chegar em grupos de WhatsApp. O jornalista Alexandre Mansinho, da TV SAN, estava no centro da cidade e se abrigou na rua dos Expedicionários, próximo do antigo Banespinha. Ele transmitiu a guerra ao vivo por quase três horas. Suas transmissões sobre o assalto já chegam a quase meio milhão de visualizações.

Estragos

Tiros também atingiram vidros do Itaú.
Agência do Banco do Brasil de Ourinhos.
Ótica na esquina da rua Cardoso Ribeiro com avenida Altino Arantes.

Além do Banco do Brasil, o Itaú, Óticas Carol, Sparks Bar, Sarau e a sede da Cabonet foram atingidos por disparos. Morador da rua Antonio Carlos Mori, o engenheiro Marcelo Souza Santos teve a residência e o carro danificados por tiros.

Veículo e residência de engenheiro foram atingidos por tiros.

Ourinhos não registrava um roubo tão grande desde outubro de 2016, quando uma quadrilha invadiu o aeroporto de Ourinhos e levou cerca de 20 milhões de reais de um avião.

A agência do Banco do Brasil de Ourinhos informou que não irá funcionar na próxima segunda-feira, 04. Os atendimentos deverão ser feitos nas agências das cidades vizinhas.

Veja abaixo compilação de vídeos feitos por moradores de Ourinhos.

ESTEJA SEMPRE BEM INFORMADO! Envie “Quero notícias do Jornal Biz + (seu nome)” do seu WhatsApp para (14)99888-6911 e receba em primeira mão as notícias de Ourinhos e região.

CURTA O JORNAL BIZ NO FACEBOOK
Instagram @JornalBiz
Twitter @jornal_biz