Tolerância e convívio social

0
476

 

“A palavra tolerância provem do latim tolerantia, que por sua vez procede de tolero, e significa suportar um peso ou a constância em suportar algo”. (Ruiz, R.L; Oliveira, A.P; Scholtz, V.; Anzai N.H; 2014)

Para avaliar nosso grau de tolerância precisamos observar o modo com que lidamos com situações complexas, adversas. Como lidamos com as limitações do outro, com o tempo do outro, diante de pessoas com pensamentos contrários aos nossos, com conflitos, pesares, erros, confrontos.

O avesso a isso não testa nossa capacidade de tolerar, afinal é muito simples lidar com aquele tudo acata, que não manifesta sua opinião, que é passivo diante das nossas colocações.

Imagem internet

E cá entre nós, que mundo é esse onde não existe oposição? Onde as contrariedades não se fazem presente? Estamos sujeitos constantemente a ter que lidar com o que nos soa diferente, diferente do nosso modo de pensar, sentir, estar, crer, falar, enfim, de SER!

Desenvolver essa capacidade consiste em investimento próprio. À medida que desenvolvemos a capacidade de tolerância, ampliamos nossos limites, nos aproximamos de mais pessoas, e vice-versa, o convívio social se torna muito mais agradável. Torna-se por fim, mais satisfatória a nossa arte de viver.

Vamos exercitar!

; )

Jaqueline Peres Rubio é Psicóloga e especialista em terapia comportamental.

https://www.facebook.com/jaque.prubio

Curta nossa página no Face www.facebook.com/jornalbiz