O auge do Ourinhos Basquete

0
828

| ARQUIVO Z |

21 de março de 2005

Ginásio Municipal de Esportes José Maria Paschoalick

O Monstrinho era a casa do Ourinhos Basquete. Naquele ano o time de basquete feminino foi campeão paulista, brasileiro e da seletiva mundial de clubes, disputada em Cuba.

Por muitos anos, Ourinhos foi considerado a capital do basquete feminino. Conquistou oito títulos Paulistas, cinco Brasileiros, um Sul-Americano, além de Jogos Regionais e Jogos Abertos do Interior. Até hoje Ourinhos ostenta o título de maior campeão nacional, empatado com o time de Americana: 5 canecos.

Em 2014, poucos meses após a morte do empresário Chicão Quagliato, maior incentivador e patrocinador do time, o Ourinhos Basquete encerrou as atividades.

O time se foi, mas as lembranças do Monstrinho lotado gritando “Ôrinhos, Ôrinhos” continuarão nas boas memórias dos ourinhenses e apaixonados pelo esporte.

Clique aqui e veja outras fotos da história de Ourinhos.

Curta o Jornal Biz no Facebook