Caio Lima, bíblia e livro recolhido pelo Ministério da Educação

1
333

Repúdio
O vereador Caio Lima apresentou a Moção nº109/17 de desagravo ao Ministério da Educação pela distribuição do livro “Enquanto o sono não vem”, de José Mauro Brant. No conto “A triste história de Eredegalda” o autor fala sobre o desejo de um rei em se casar com a mais bonita de suas três filhas. Diante da negativa, a menina é castigada e acaba morrendo de sede. É bom lembrar que conto é uma narrativa de ficção.

Tá na Bíblia
Inúmeros relatos na Bíblia contam histórias de casamentos entre pessoas da família, e nem por isso sua leitura foi proibida. Como exemplos, as histórias dos casais Abraão e Sara (em Genesis 20, tinham o mesmo pai), Naor e Sara (em Genesis 21, eram tio e sobrinha); Ló e suas filhas (em Genesis 19, engravidaram do pai); Tamar e Judá (em Genesis 38, eram sogro e nora).

E agora?
No dia 8 desse mês o Ministério da Educação começou a recolher 93 mil exemplares do livro das escolas, conforme matéria do jornal Hoje.

  • Vereador Caio Lima, seria o caso de solicitar o recolhimento de bíblias dos lares ourinhenses?

Relembrando
No final de abril o vereador Caio Lima assinou, junto a outros vereadores, um projeto de lei (inconstitucional) obrigando a leitura da bíblia nas escolas públicas e particulares.

Curta nossa página no Facebook

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here