Descaso com o patrimônio: Bebedouro de 1927 está abandonado no centro da cidade

0
492

No ano que seria de comemorações pelo primeiro centenário da cidade, um marco de seus primeiros tempos está abandonado em meio ao mato, em frente ao Terminal de Ônibus, no centro da cidade.

Na foto, do início da década de 1930, o bebedouro (seta vermelha) aparece ao fundo, na ocasião em que era executado o trabalho de calçamento da rua Henrique Tocalino com paralelepípedos.O bebedouro de animais foi instalado em frente à estação ferroviária em 1927, já que ali também era ponto de carroças que faziam o transporte de malas e mercadorias. Em 1996, por ocasião do projeto de revitalização dos imóveis de antigos ferroviários, o bebedouro foi recuperado e colocado em local de destaque.

O objetivo do projeto era a preservação da memória ferroviária, e sem dúvida aquele bebedouro de animais já havia se incorporado ao cenário, por isso foi preservado. As crianças que passavam por ali tinham uma chance de aprender sobre o passado da cidade, já que o objeto, muitas vezes desconhecido para elas, motivava perguntas curiosas e oportunidade de conhecer a história da cidade.

Foto de março de 2001 mostra o bebedouro em local de destaque no Centro de Convivência. | Foto: Luiz Carlos Seixas

Ourinhos nasceu e cresceu em torno da ferrovia, e é de estranhar que justo no ano em que completa 100 anos essa particularidade de nossa história não seja mais bem cuidada. Além da sujeira e mato que denunciam a falta de cuidados diários, aquela área abriga também o conjunto de casas que serviram de habitação para os ferroviários e o Museu Municipal.

O “esquecimento” do bebedouro de animais justamente no local onde a cidade nasceu, mostra a falta de vontade do poder público em fazer da comemoração do centenário uma oportunidade de realização de projetos mais consistentes.

CURTA O JORNAL BIZ NO FACEBOOK
Instagram @JornalBiz
Twitter @jornal_biz

Conheça a maior série jornalística do centenário de Ourinhos.