CANETADA Especial Fapi 2018

0
1342

Promessa não cumprida I

O início da 52ª Fapi, 8 de junho, era a data máxima para que a Prefeitura cumprisse a promessa de asfaltamento das ruas do Jardim Eldorado, Europa e Vila Kennedy. No início do mês de março o vereador Sargento Sérgio (PRB) chegou a instalar faixas nos bairros agradecendo o prefeito Lucas Pocay (PSD) por uma obra que viria a acontecer.

Faixa foi instalada em março próximo ao Tênis Clube.
Rua Francelina Archangelo, Jardim Eldorado.

Promessa não cumprida II

O Jornal Biz esteve nos bairros na tarde da última sexta-feira, 1º. Passados mais de três meses, moradores estão revoltados com a “política feia” do prefeito e do vereador. “Eles mesmos vem colocar faixas elogiando a si próprios e não cumprem o que prometem. Se acham que vão nos enganar o tempo todo, estão enganados”, disse um comerciante, entrevistado na praça do Jardim Europa.

Área onde eram disputadas provas de animais é ocupada pelo parque.

Compacta

A FAPI encolheu, mudou, a muvuca aumentou. Com a instalação dos brinquedos do parque na parte de baixo do recinto, a área de circulação foi reduzida, o que fez com que mais pessoas disputassem os mesmos espaços. Grandes extensões que antes eram ocupadas por stands de expositores e provas e julgamentos de animais agora estão preenchidas com atrações do parque.

___continua após publicidade___

Fapi de cara nova

O pequeno número de expositores é algo que chama a atenção da população. “Não tem o que ver”, “Decepção” e “A Fapi perdeu a essência” são comentários que estão na boca do povo. Os barracões onde ficavam os animais deram lugar a barraquinhas “de camelô” e brinquedos (pagos) para crianças. O que mais tem é barraca de bebida alcoólica.

F…

Sem pecuaristas, agricultores e industriais, da tradicional Feira AgroPecuária e Industrial restou apenas o “F” de Feira. Um novo nome talvez seja a alternativa para os próximos anos.

___continua após publicidade___

Comércio de Ourinhos é reflexo

Em edições anteriores o Sindicato Rural e a Associação Comercial realizavam um concurso que premiava as vitrines melhor caracterizadas com o tema Fapi. O Jornal Biz andou pelo centro da cidade em busca de alguma loja decorada, mas não encontrou. No recinto, os chapéus deram lugar aos bonés, e as botas, aos tênis.

Bingo!

A mudança no local onde está instalado o palco dos shows da Fapi trouxe benefícios para os moradores dos bairros próximos ao recinto. Com o palco e caixas de som voltadas em direção oposta às residências, diminuíram as reclamações sobre o volume do som, que impedia o descanso e atormentava a vida de moradores daquela região.

APAE se juntou ao Fundo Social para oferecer o tradicional yakissoba.

Opções para comer

Um ponto positivo da 52ª edição é a instalação de restaurantes nos barracões da rua da Secretaria de Meio Ambiente, que começa na antiga Casa do Expositor. Os locais estão bem arrumados e oferecem boa variedade de cardápio, com yakissoba, sushi, churrasco, hamburguer e leitoa assada.

___continua após publicidade___

Fazendinha e índios

O que há de melhor na Fapi se vê logo após a entrada principal, ao lado esquerdo. A Secretaria Municipal de Meio Ambiente fez uma reprodução de área rural, com mini plantações. É o que restou da antiga Feira, mas não é novidade. O agrônomo* Nírio Berndt (1946-2010), que por muitos anos foi responsável pela Casa da Agricultura, realizou o mesmo projeto no local durante anos. Também foram colocadas algumas ocas indígenas, onde são comercializados colares, pulseiras, arco e flecha e até zarabatanas.

Correção: Nírio era veterinário, e não agrônomo.

Pré-campanha escancarada I

Apesar da lei eleitoral proibir até que candidatos assumam candidaturas ou a intenção de reeleição, na prática o que se vê é a uma “pré-campanha” ostensiva e descarada de muitos candidatos. Tem político que usa até inauguração de outdoor pra tentar aparecer.

Cavalete de político na entrada do recinto.

Pré-campanha escancarada II

Quem esteve na Fapi nos dois primeiros dias de feira topou com diversos cavaletes do deputado estadual Ricardo Madalena (PR) pelo recinto. A reportagem do Jornal Biz contou nove propagandas do parlamentar, que é o candidato do prefeito, dentro e fora do recinto. Não é campanha antecipada e descarada? No cavalete, só falta o número do candidato.

CURTA O JORNAL BIZ NO FACEBOOK
Instagram @JornalBiz
Twitter @jornal_biz

Conheça a maior série jornalística do centenário de Ourinhos.