Fique bem informado com a CANETADA do Jornal Biz

0
1198

Bomba I

O bloqueio dos bens do prefeito Lucas Pocay (PSD) e mais quatro cargo de confiança, feito pela juíza Alessandra Mendes Spalding, a pedido do Ministério Público, é mais uma bomba que cai no colo do chefe do executivo. A decisão afeta os bens de Lucas até o limite de R$413.678,00. Para os outros envolvidos o confisco variou entre R$71 mil e R$151,8 mil.

Bomba II

A decisão da juíza  aconteceu pelo fato do Prefeito ter criado a Secretaria Municipal de Assuntos Jurídicos com cargos considerados ilegais. Segundo o Ministério Público, essas funções seriam semelhantes aos cargos de procuradores municipais. Cabe recurso ao prefeito.

Bomba III

Um renomado advogado de Ourinhos disse que o caso da criação de cargos na Secretaria de Assuntos Jurídicos pode condenar Lucas por improbidade administrativa, deixando-o inelegível por oito anos.

___continua após publicidade___

Forro danificado e janelas quebradas: falta de conservação e vandalismo.
Vandalismo no centro histórico de Ourinhos.

Governo dos cem anos

Esperava-se que pelo menos no ano em que a cidade completa seu primeiro centenário a região central, onde nasceu Ourinhos, recebesse cuidados. As casas do Centro de Convivência, na região da estação ferroviária, estão mal conservadas, pichadas, com vidros quebrados e cercadas de mato e sujeira. É assim que a Prefeitura homenageia a cidade em seus 100 anos?

Região do centro histórico tem diversos pontos ocupados por moradores de rua.

Sem teto

Por falar em região central, chama a atenção o número de pessoas que estão vivendo embaixo das marquises, e durante o dia mendigam naquela área. O problema é de difícil solução, mas é preciso lembrar que o comércio ourinhense está situado ali, e a sujeira e mau cheiro estão impregnando as calçadas ao lado de lojas e afastando clientes.

___continua após publicidade___

Tá tudo ‘serto’

A Câmara rejeitou a instalação de cinco Comissões de Assuntos Relevantes (CAR), propostas pela oposição. Esse novo time de vereadores eleitos tem demonstrado fidelidade canina ao prefeito, votando contra toda proposta que contrarie seus interesses.

Em defesa das mulheres. #sqn

Uma das CAR era para investigar suposta agressão de funcionário comissionado contra uma  munícipe, dentro de um espaço público. Única mulher com cadeira na Câmara Municipal, a vereadora Raquel Spada (PTC) votou contra a investigação. Que feio.

Abre o olho

O vereador e presidente da Câmara Alexandre Zóio (PRB) não deve ter gostado da falta de espaço para divulgação de seu nome na Fapi. Pré-candidato a deputado federal, Zóio não terá o apoio do prefeito, que prefere reeleger Walter Ihoshi (PSD). Não custa lembrar que o vereador ourinhense trabalhou firme para a eleição do atual prefeito, e continua dando apoio na Câmara. Resta saber até quando.

Vai ou não?

O resultado da CPI instaurada pela Câmara para investigar as denúncias de corrupção na Secretaria de Cultura continua guardado a sete chaves. Desde o início dos trabalhos, a Câmara não produziu sequer um comunicado sobre o assunto. Enquanto isso, o processo movido pelo Ministério Público vai cumprindo sua função e tramita rapidamente.

Quem são os cargos?

O mistério sobre o número e efetividade dos cargos de confiança na administração municipal é tanta que o vereador Vadinho (PSDB) quer que  a Prefeitura informe, a cada quatro meses, todos os dados referentes aos cargos em comissão do Executivo. Vadinho é vereador há 25 anos.

___continua após publicidade___

Pica-fumo

Já são mais de 500 dias da nova legislatura, e a maioria dos vereadores continua se limitando a pedir tapa-buraco, sinalização de solo e poda de árvores. Além da total falta de criatividade e bom senso dos parlamentares, isso significa que até agora a Prefeitura não consegue realizar serviços básicos de forma eficiente para a população.

Xô!

Éder Mota (PSC) quer que a Prefeitura crie um método para espantar os pombos das quadras esportivas das escolas municipais. Não é de se impressionar que uma ideia tão idiota surja na Câmara Municipal de Ourinhos: a “Casa do Povo” é incapaz de enxergar o trabalho voluntário dos moradores da Vila Kennedy e Jardim Europa, que se uniram para reformar a quadra do bairro. (Clique aqui e veja matéria sobre o assunto)

Wc’s

Éder e Cido do Sindicato (PSD) pedem que a Prefeitura providencie banheiros químicos para a praça do Seminário aos finais de semana. Seis trailers de lanche estão instalados há anos no local, mas nenhum se prontifica a oferecer sequer banheiros aos clientes.

CURTA O JORNAL BIZ NO FACEBOOK
Instagram @JornalBiz
Twitter @jornal_biz

Conheça a maior série jornalística do centenário de Ourinhos.