Sindicatos assinam acordo de aumento salarial de 4,7% para trabalhadores do comércio

0
1975
Dra. Micheli Apa. Correia de Oliveira, (Assessora Jurídica Sincomerciários), Luiz Gomes (vice-presidente Sincomerciários), Sincomerciários, Dr. Gilvano José da Silva ( Assessor Jurídico Sincomércio), Bruzarosco, (Presidente Sincomerciários), Fred (Presidente Sincomercio) e Alexandre Mariani (vice-presidente ACEO).

Foi assinado na tarde de ontem, 22, na sede do Sincomerciários de Ourinhos, a Convenção Coletiva de Trabalho que vai reger a remuneração dos trabalhadores do comércio com data retroativa a 1º de setembro. O índice de aumento salarial ficou em 4,7%.

O piso salarial para os trabalhadores comerciários em geral será de R$1.408,00. Com a garantia de comissionista, o valor sobe para R$1.652,00.

___continua após publicidade___

Participaram da assinatura da Convenção o presidente do Sincomerciários, Aparecido Bruzarosco, o vice, Luiz Gomes, o presidente do Sincomércio, Frednês Correa Leite, o vice-presidente da Associação Comercial e Empresarial de Ourinhos (ACEO), Alexandre Mariani e assessores jurídicos das entidades.

Momento da assinatura do Acordo Coletivo de Trabalho 2018/19.

Bruzarosco ressaltou a importância da reposição e aumento salarial para os trabalhadores de sua base sindical.

“Esse aumento vai injetar mais dinheiro nas economias das cidades, em Ourinhos, Santa Cruz do Rio Pardo, Canitar, Salto Grande e Espírito Santo do Turvo. Estamos falando de quase seis milhões a mais para os trabalhadores nos próximos 12 meses”.

Bruzarosco e Fred: harmonia entre entidades em prol do trabalho.

Frednês lembrou o histórico de entendimento entre a entidade patronal que representa e o sindicato dos trabalhadores. “O diálogo e o respeito sempre foram a chave do bom relacionamento que temos. Como representante do setor patronal, fico feliz com mais um acordo coletivo assinado e com índice significativo”.

Gratificação Dia do Comerciário – Para o trabalhador que tem até 180 dias de contrato de trabalho na empresa, será pago o valor referente a um dia. Acima de 180 dias, o comerciário fará jus a dois dias. 

Gratificação de Quebra de Caixa – O comerciário que exercer a função de caixa ou assemelhado terá direito à gratificação no valor mensal de R$69,00 (sessenta e nove reais), a partir de 1º de setembro de 2018, que será paga juntamente com sua remuneração mensal.

Confira abaixo os novos valores dos pisos salariais por função e gratificações

Os comerciários formam a mais numerosa categoria de trabalhadores do Estado de São Paulo, com mais de 2,7 milhões de pessoas. O maior representante da classe é Luiz Carlos Motta, presidente da Federação dos Empregados no Comércio do Estado de São Paulo (Fecomerciários) e eleito deputado federal nas eleições do último dia 7.

Mais informações (14)3326-1455

CURTA O JORNAL BIZ NO FACEBOOK
Instagram @JornalBiz
Twitter @jornal_biz